Resenhas

[Resenha] Um Doce de Confeiteiro – Janaina Rico (Segunda Leitura da MLI 2017)

By on 17/07/2017

Oii, boa noite leitores!

Finalizei hoje o segundo livro que selecionei para ler durante a MLI. O escolhido foi “Um Doce de Confeiteiro, da Janaina Rico. Escolhi este título ao acaso, já tinha em mente que gostaria de ler algum livro de uma das plataformas de leitura, mas ainda não sabia ao certo qual seria. O mesmo estará completo até o dia 01 de agosto no Wattpad e também encontra-se disponível para compra na Amazon.

Continue Reading

Sinopses

Piquenique na Provence – Elizabeth Bard

By on 06/05/2016

Editora: Rocco (Selo Bicicleta Amarela)46286814

Páginas: 400

Lançamento: 09/05/2016

O calor de dias brilhantes e ensolarados, o perfume da lavanda, os sabores da boa mesa, o toque suave da mão de uma criança pequena à procura de carinho são algumas das imagens evocadas por todo o texto. Os apelos sensoriais se intensificam diante das diferenças de cultura e das descobertas que Elizabeth faz quando troca Paris por uma localidade na Provence. Foi em Paris que ela se apaixonou por Gwandel, o que a fez mudar-se para a França e formar um novo círculo de amizades, sem o apoio da família de origem judaica. Alguns anos mais tarde, às vésperas do nascimento do filho Alexandre, o casal viaja em férias para a cidadezinha de Cereste, onde viveu René Cher, líder da Resistência aos nazistas e poeta, admirado por Gwandel. Ao saberem que a casa do poeta está à venda, num impulso, eles decidem morar lá.

Abraçar a cultura francesa, segundo Elizabeth Bard, é acostumar-se a um cotidiano em que a boa mesa tem importância fundamental. A praticidade típica dos americanos, determinados em se mostrarem “vencedores”, fazendo do sucesso – e de sua exibição – o valor primordial da existência, é rapidamente deixada de lado pela jornalista. Vizinhos acolhedores são os guias que apresentam ao casal as vantagens de fazer da vida uma celebração diária. Nesse universo menos competitivo, os dias se sucedem lentamente, permitindo que se usufrua de cada novidade, como os pratos típicos da região, cujo preparo é minuciosamente explicado em receitas que encerram cada capítulo.

O projeto de vida à francesa se consolida depois que o marido deixa o cargo de executivo numa companhia cinematográfica para abrir uma sorveteria artesanal – que ganha críticas entusiasmadas de guias turísticos e se torna uma das cinco melhores da França. Piquenique na Provence mostra, entre receitas tentadoras e com um texto inteligente e bem-humorado, a trajetória de uma jornalista norte-americana aprendendo os truques da maternidade francesa, uma família encontrando uma nova paixão profissional e a iniciação de uma cozinheira na culinária clássica da Provence. Uma deliciosa mistura de “Comer, rezar, amar” e “Um ano na Provence”, com potencial para se tornar um longseller do catálogo da Rocco como “Sob o sol da Toscana”, de Frances Mayes.

Boa leitura, beijos! ♥

Continue Reading

Sinopses

Confissões de uma Garota Excluída, Mal-Amada e (um pouco) Dramática – Thalita Rebouças

By on 19/04/2016

Oii, bom dia leitores!Capa-final-Thalita-Rebouças2

Algum fã da Thalita por aí? Se sim, pode comemorar porque vem lançamento da autora por aí. \o/

“Confissões de uma Garota Excluída, Mal-Amada e (um pouco) Dramática” está previsto para ser lançado em maio, confira a sinopse:

A obra conta a história de uma adolescente chamada Thanira. Tetê, como prefere ser chamada, é uma menina divertida, que adora cozinhar, mas tem dificuldades de fazer amigos na nova escola, além, claro, de ter que lidar com os problemas em casa. Com o tempo, ela vai perceber que só poderá ser feliz se enfrentar seus medos e sair da zona de conforto.

Com uma capa e uma sinopse dessa, difícil não se encantar! Estou super curiosa, ainda mais que segundo o site da Capricho, o livro vai trazer algumas das receitas preferidas de Tetê… hummm, nada como unir a literatura com a culinária, hihi ♥

Para comprar, basta clicar aqui.

Boa leitura, beijos! ♥

Continue Reading

Resenhas

[Resenha] Não se esqueça de Paris – Deborah McKinlay

By on 27/10/2015

Oii, boa tarde!

A resenha de hoje envolve um livro que me conquistou pela capa e pelo título. A sinopse é interessante, é uma leitura rápida, típica de domingo à tarde.

Eve e Jackson começam a se corresponder por cartas, não se conhecem pessoalmente, mas a conversa que mantém é tão atrativa que é o bastante. Ela é inglesa e ele americano. Ela sofre da síndrome do pânico, não se sente bem em lugares públicos e não é muito boa quando se trata de ter que interagir com pessoas, além disso ainda possui um relacionamento difícil com a filha. Ele é um escritor, seus livros são um sucesso, mas ele se sente sozinho quando o assunto é amor e está sofrendo de um bloqueio literário, não consegue escrever nada.

O que ambos têm em comum? O amor pela culinária. Ela se sente segura e bem quando está preparando pratos e ele encontra a criatividade perdida da escrita na cozinha preparando novas receitas.

Eles começam a se falar depois que Evie resolve mandar uma carta à Jackson elogiando seu livro. Por mais que seja apenas uma amizade, Jackson se sente curioso para saber como ela é e decide marcar um encontro, como moram longe, acha que o melhor lugar é Paris, tanto pela qualidade da gastronomia como por ser a cidade do amor. Só resta saber se Evie vai enfrentar seu medo e ir ao encontro do seu escritor preferido.

Eu comecei a ler e senti que seria mais um drama e não tanto um romance, é encantador a ideia de poder se corresponder com seu escritor preferido, ainda mais sendo por cartas, isso é tão raro nos dias de hoje. Continuei com a leitura e aos poucos fui conhecendo melhor sobre os personagens, entendendo as dificuldades e com o desfecho descobri que adorei a história, é engraçado, já senti isso algumas vezes de ler um livro por completo sem muito entusiasmo e depois do desfecho me apaixonar. E não posso deixar de mencionar o final, ah, o final, é maravilhoso! Uma pena que não tenha continuação.

naoseesqueça

Boa leitura, beijos! ♥

Continue Reading

Sinopses

Não se esqueça de Paris – Deborah McKinlay

By on 25/10/2015

Editora: Globo Livros medium_1106

Páginas: 208

Tudo começa com uma carta.

Eve Pethwork é uma inglesa insegura e um tanto ansiosa que está assoberbada com os preparativos para o casamento da filha. Eve tem mais de quarenta anos e vive enclausurada em sua casa, pois espaços públicos lhe provocam angústia e a interação com outras pessoas é difícil para ela.

Jackson Cooper é um escritor bem-sucedido que vive nos Estados Unidos. Apesar de estar sempre rodeado por pessoas, especialmente mulheres, vive em eterna crise amorosa. Enquanto tenta colocar seu relacionamento com a nova namorada nos trilhos, Jackson vive o maior bloqueio criativo de sua carreira. Sem rumo para o novo livro, começa a questionar suas escolhas e suas expectativas para o futuro.

Vencendo sua própria timidez, Eve decide escrever uma carta para Jackson, seu autor preferido, elogiando uma cena narrada em um de seus livros. Embora esteja acostumado com o assédio das fãs, ele é atraído pelas palavras de Eve e decide responder sua mensagem. A partir daí uma troca de mensagens surge entre eles.

A criatividade que falta a Jackson nas páginas em branco acaba sendo canalizada para a cozinha, onde passa horas preparando os mais diferentes pratos. Porém, para sua frustração, sua namorada é vegetariana e ele quase sempre é obrigado a degustar suas criações sozinho. Só que ele logo descobre que a culinária também é uma das paixões de Eve e o amor pela boa-mesa estreita ainda mais os laços entre os dois.

Apesar da distância e de não terem aparentemente nada em comum, a curiosidade fala mais alto e Jackson decide marcar um encontro com Eve. Como vivem em continentes diferentes, ele propõe como cenário a cidade de Paris, a Meca da gastronomia – e dos amantes. Eve é então colocada em xeque, sendo desafiada a vencer todos os seus medos em nome daquilo que pode ser a história de amor com a qual sempre sonhou.

Não se esqueça de Paris mostra que todos têm uma chance de ser feliz, independente da idade, da distância e dos próprios fantasmas. Considerado “Absolutamente perfeito”, pelo The New York Times e com os direitos para o cinema vendidos para a BBC, Não se esqueça de Paris mistura cartas, gastronomia e uma narrativa leve e repleta de sentimentos. Uma receita sedutora.

Boa leitura, beijos! ♥

Continue Reading

Sinopses

A Cozinha das Escritoras: Sabores memórias e receitas de 10 grandes escritoras – Stefania Aphel Barzini

By on 09/10/2015

Editora: BenviráArquivoExibir

Páginas: 240

Dez grandes escritoras, dez diferentes maneiras de se interpretar literatura e cozinha. Cozinhar – e comer – muito tem a ver com a arte da escrita: cozinheira e escritora compartilham do poder da criação, enchem a sua arte de personalidade e de sabor e capricham até chegar ao ponto certo e desejado. A cozinha das escritoras põe à mesa pequenas biografias gastronômicas de grandes mulheres da literatura internacional, contando suas relações de amor e ódio, exagero e escassez com a comida. E para deixar a leitura ainda mais saborosa, a autora apresenta as receitas dos pratos que fizeram parte da vida de cada uma delas, como o robalo de Getrude Stein em homenagem a Picasso e a geleia de maçã e limão preferida de Virginia Woolf.

Boa leitura, boas receitas, beijos! ♥

Continue Reading