Resenhas

[Resenha] Era Melhor Não Saber – Barbara Taylor Bradford

02/11/2017

Olá, boa noite leitores!

A resenha de hoje envolve o livro Era Melhor Não Saber, da Barbara Taylor Bradford. Finalizei o livro durante a madrugada e estava super empolgada para compartilhar com vocês minha opinião acerca do mesmo. Já conhecia a escrita da autora e havia sido cativado por um outro livro, contudo devo confessar que com este a surpresa que tive diante do enredo foi espetacular! Sabe aqueles livros que você vai lendo e tentando adivinhar qual será o desfecho e na hora que descobre percebe que jamais imaginaria e mais, que é tão surpreendente que você fica pensando como a autora conseguiu desenvolver de forma tão sagaz? Então, este é um ótimo exemplo! Cheguei a esta história devido a indicação de uma pessoa muito especial: minha mãe, hihi! Se hoje sou como sou com a leitura, em grande parte é devido a seu incentivo, incentivo este que somente aumenta a cada dia, obrigada mãe!

Vivienne Trent, jornalista e escritora, estivera casada com Sebastian Locke, um homem muito charmoso, conhecido pelas suas inúmeras contribuições a obras de caridade, com dois filhos e que no passado havia se envolvido com a mãe da mesma, durante cinco anos.

A jornalista se apaixonou pelo mesmo quando estava com apenas doze anos e sua paixão foi se intensificando com o passar do tempo. Após a morte trágica de sua mãe, ela foi amparada por Sebastian tanto financeiramente, ele pagou todos os seus estudos, como emocionalmente, sabia que a jovem estava sozinha e que sem a mãe, restara apenas ele e seus filhos como sua família e por isso sempre se mostrou presente, amigo e prestativo. Anos depois, no aniversário de vinte e um anos de Viv, a mesma e Sebastian se rendem ao momento e deixam um sentimento que há muito tempo estava adormecido se desenvolver.

Apesar do grande amor, o casal depois de cinco anos casados decide em comum acordo se separar. A amizade e a cumplicidade continuam, a confiança que nutrem um pelo outro apenas se fortalece com o tempo e é devido a mesma que Viv ao saber da morte de Sebastian e mais, ao ser informada que ele se suicidou, não acredita e resolve investigar. Para a jornalista é difícil aceitar o fato de que um empresário bem sucedido e que dias atrás estava super feliz e até com planos de se casar novamente pudesse cometer tal ato.

Em meio as investigações, Vivienne descobrirá segredos e paixões proibidas que não somente lhe impressionarão, como também de certa forma acalmarão seu coração acerca da verdade envolvendo o suicídio de Sebastian.

Quotes

O título é dividido em cinco partes:  A Lealdade, O Dever, O Orgulho, A Verdade e A Honra. Em cada parte a história é narrada por um personagem, o que proporciona ao leitor conhecer acerca dos diversos pontos de vista e julgar menos as situações, já que tem a possibilidade de compreender melhor as atitudes e pensamentos de cada um dos narradores.

Difícil expressar em palavras o que senti ao ler este livro, a autora nos envolve de tal maneira com uma minuciosa descrição dos ambientes e personagens que é como se realmente fizéssemos parte da história.

Se eu gostei da leitura? Siiim! Recomendo? Com certeza! Uma trama muito bem desenvolvida repleta de mistério e com pitadas de romance que fará o leitor querer chegar ao desfecho rapidamente somente para poder descobrir a chave do enigma central.

Boa leitura, beijos!