Projeto Quatro por 4

[Projeto Quatro por 4] Garota Exemplar – Gillian Flynn

11/10/2017

Olá, boa noite leitores!

A resenha de hoje envolve o livro “Garota Exemplar”, de Gillian Flynn.

garota

Editora: Intrínseca

Páginas: 448

Em Garota exemplar, a narrativa não linear de Gillian Flynn se alterna entre duas perspectivas opostas e conflitantes, construindo uma atmosfera dúbia, capaz de fazer o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Com um humor perspicaz, o thriller expõe as consequências psicológicas da deterioração de um relacionamento íntimo. Se para muitos o problema está em acordar e perceber que não se conhece muito bem a pessoa com quem se divide a cama, Flynn alerta: o inferno pode ser conhecê-la bem demais.

Na manhã do quinto aniversário de casamento, Amy desaparece da nova casa, às margens do Rio Mississippi. Tudo indica se tratar de um sequestro, e Nick imediatamente chama a polícia, mas logo as suspeitas recaem sobre ele. Exibindo uma estranha calma e contando uma história bem diferente da relatada por Amy em seu diário, ele parece cada dia mais culpado, embora continue a alegar inocência. À medida que as revelações sobre o caso se desenrolam, porém, fica claro que a verdade não é o forte do casal.

Bia Constante – Books and Birds 

Curinga3

De todos os thrillers que já li, este com certeza foi o mais inquietante!

Acabei de finalizar a leitura e ainda estou com aquele sentimento estranho, tentando administrar e compreender acerca de tudo que li. Que história conturbada! A autora consegue organizar tão bem as emoções que deseja que o leitor sinta no decorrer do enredo que a cada novo capítulo o mesmo se sente intrigado com os acontecimentos, querendo rapidamente descobrir o que o espera na próxima página. Durante a leitura é difícil não tentar adivinhar o que realmente aconteceu com Amy e se Nick é ou não o responsável pelo seu repentino desaparecimento e em meio a tantos questionamentos, confesso que fui surpreendida, ainda mais com o final!

A leitura de “Garota Exemplar” foi uma experiência literária diferente, repleta de altos e baixos, cada acontecimento, pensamento e fala foi minimamente pensado de tal maneira que você se sente próximo aos personagens e aos ambientes e começa a refletir mais sobre as faces sombrias que um casamento pode ter.

 

Camila Melo – A Bookaholic Girl

Bom1

Garota exemplar foi um livro que me intrigou de diversas maneiras. Devido ao sucesso do filme, sendo o assunto do momento eu fiquei muito curiosa, e peguei vários spoilers da história. Mas mesmo assim, a leitura em diversos momentos me surpreendeu devido à maestria da autora em desenvolver uma história repleta de várias reviravoltas num ritmo muito fluído de narrativa.

A construção de personagens se deu de forma muito peculiar, mas confesso que os perfis psicológicos traçados não me soaram totalmente satisfatórios, me fazendo duvidar e não sentir empatia por nenhum personagem. Nick e Amy são estranhos e perturbadores do início até o fim, e creio até que foi uma estratégia muito bem elaborada pela autora para criar esse efeito aos seus leitores.

O aspecto mais intrigante para mim foi a violência doméstica, dentre os demais temas abordados na obra. Eu sinceramente fiquei bem confusa e preciso ainda refletir sobre a abordagem que a autora utilizou, já que as discussões sobre feminicídio e abuso sexual são pontos que envolvem muitas esferas na sociedade. Eu preciso assistir ao filme para ter um aprofundamento melhor.

De todo modo, é um livro que eu recomendo porque mesmo com muitas opiniões contraditórias, cada um precisa ter a sua própria experiência sobra esse thriller psicológico que gira em torno de um casamento em que nada é confiável.

 

Carla – Coelho da Lua

Especial1

Gillian Flynn apresenta uma história estarrecedora sobre um casamento abalado. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, esposa de Nick Dunne, desaparece de sua própria casa, à beira do Rio Mississippi. Em choque, porém sem saber lidar muito bem com a situação, Nick parece cada vez mais culpado aos olhos da polícia e da tão relevante opinião pública – além de todas as pistas apontarem para ele.

Os capítulos alternados entre a visão de Nick e passagens do diário de Amy deixam com mais dúvidas a cada virar de página, fazendo com que o leitor mude de ideia em relação aos envolvidos sem sequer perceber.
Nem mesmo eu ter solucionado parte do mistério antes dele ser de fato revelado me fez ficar menos chocada com o desfecho (ou talvez um tanto decepcionada, não sei dizer). O fato é que Flynn criou personagens excepcionais, mesmo em suas loucuras, e soube como levar isso até o fim.
Esse foi o livro que fez com que me apaixonasse pela autora e sua escrita tão perspicaz; sempre trazendo à tona os sentimentos humanos mais insanos.

 

Geovana Rodrigues – Inícios Marcantes

Especial4

“Somos um longo clímax assustador.”

Garota Exemplar me prendeu assim que comecei as primeiras páginas. Composto por 3 partes, com capítulos alternados entre Amy e Nick, de forma que tenhamos os dois lados da história, acabou me deixando confusa sobre quem os personagens eram de verdade, e nessas partes eu ficava louca! Amei, odiei, defendi e acusei diversas vezes o casal Dunne. E nessa troca de percepções, a autora nos mostra uma faceta obscura do casamento: você conhece de fato a pessoa ao seu lado? Chega a ser assustador as ações dos personagens, a realidade impressa ali. A forma como autora vai tecendo a história é genial, intensa, dando aquela vontade enorme de não largar o livro enquanto não chegar a última página. Enfim, 5 estrelas e favoritado, Garota Exemplar entra para Os Melhores do Ano

 

A próxima leitura será: 

Eu Estive Aqui – Gayle Forman

Editora: Arqueiro

Páginas: 240

Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo… Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal?
A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos.
Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo… e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida.
Eu estive aqui é Gayle Forman em sua melhor forma, uma história tensa, comovente e redentora que mostra que é possível seguir em frente mesmo diante de uma perda indescritível.

O que acharam das resenhas? Já leram o título? Se sim, o que acharam da história? Me contem nos comentários!

Boa leitura, beijos! ♥